(31) 3224-2434
(31) 3224-0017
Notícia
            Notícias             Notícias             Solene celebração eucarística marca o Jubileu de Pérola da Diocese de Colatina (ES)
Solene celebração eucarística marca o Jubileu de Pérola da Diocese de Colatina (ES) 04 de Agosto de 2020 Arquidioceses e Dioceses
A a     

A Diocese de Colatina celebrou neste domingo, dia 02/08, a Solene Celebração em Ação de Graças pelos seus 30 anos de instalação. A missa, celebrada na Catedral do Sagrado Coração de Jesus, foi presidida pelo bispo diocesano, Dom Joaquim Waldimir Lopes Dias, e concelebrada pelo seu segundo bispo e atual reitor do Santuário Diocesano Nossa Senhora da Saúde, Dom Décio Sossai Zandonade, e pelo bispo da Diocese de São Mateus e filho da Diocese de Colatina, Dom Paulo Bosi Dal’Bó. A celebração contou com a participação de uma representatividade do clero diocesano.

Em virtude do momento de isolamento social, causado pela pandemia da COVID-19, a missa não teve a participação de fiéis. Todos acompanharam a cerimônia histórica pelas redes sociais oficiais da Diocese de Colatina.

A Celebração de Ação de Graças foi uma expressão de agradecimento a Deus por todo o trabalho evangelizador realizado nas 31 paróquias e 710 comunidades eclesiais de base da Diocese de Colatina, ao longo destes 30 anos.

Resgatando e construindo a história

A Igreja Católica, presente no Estado do Espírito Santo, apresentava forte crescimento, em especial, nas décadas de 70 e 80. Nesta época, as autoridades eclesiásticas sentiram um forte desejo em expandir ainda mais a participação ativa dos fiéis que, mesmo distante da capital, esforçavam-se para que, em todos os cantos e recantos, a presença da Igreja Católica fosse um marco importante e fundamental, especialmente, nas regiões norte e noroeste do Espírito Santo. Era um sonho fazer esse anseio pastoral tornar-se realidade, ou seja, a criação de uma nova Igreja Particular. Depois de longa reflexão e amadurecimento por parte da Igreja de Vitória, o Papa João Paulo II, criou, em 1990, a Diocese de Colatina, desmembrando-a de sua Igreja Mãe, a Arquidiocese de Vitória.

Assim, acolhemos o nosso 1º Bispo Diocesano, Dom Geraldo Lyrio Rocha, que, juntamente com os padres e leigos, organizou as paróquias, as comunidades existentes, apoiou a construção do Seminário, dando, assim, um novo ânimo ao povo que sentia a necessidade de fortalecer-se como corpo eclesial para a nova ação evangelizadora desta porção do rebanho do Senhor. Destaques para as celebrações litúrgicas preparadas e realizadas sempre com muito zelo, para as formações intensas, envolvendo as equipes, pastorais, movimentos e organismos, imprimindo-lhes identidade própria, e para o papel do leigo, contribuindo diretamente na construção de uma Igreja viva e dinâmica.

Em seguida, acolhemos Dom Décio que prosseguiu com os trabalhos pastorais e incentivou o fortalecimento e a criação de 8 (oito) novas paróquias. Uma igreja em movimento, em ação! E, com o mesmo afeto, acolhemos o nosso atual Bispo, Dom Wladimir, que deu continuidade aos projetos da Diocese de Colatina, fortalecendo as pastorais sociais, incentivando a prática dos sacramentos e as atividades sociais, em prol do meio ambiente, da cidadania e dos empobrecidos.

Continuamos as nossas ações e, como toda instituição, com muita firmeza e fé, também enfrentamos grandes desafios pastorais e eclesiais, além dos desafios econômicos e outros de menor proporção, sempre superados pela misericórdia e bondade de nosso Deus.

Os maiores desafios enfrentados, na atualidade, por nossa Diocese foram o desastre ambiental e humano ocorrido em Mariana no dia 05 de novembro de 2015 e, em seguida, o rompimento da barragem de Brumadinho, ocorrido no dia 25 de janeiro de 2019, considerado o maior desastre ambiental da história do Brasil, segundo dados do IBAMA. Ambos causaram drásticos impactos ambientais e sociais na região da Diocese de Colatina, banhada pelo Rio Doce.

Neste ano de 2020, Ano Missionário Jubilar, que marca as comemorações pelos 30 anos da Diocese de Colatina, vivemos um brutal desafio: a pandemia mundial, causada pelo novo cononavírus, responsável pela doença COVID-19. Um vírus que, para muitos, é letal! Precisaremos ressignificar o nosso novo jeito de ser Igreja!

Com dinamismo e fé, queremos avançar para águas mais profundas, na companhia de Maria que, em nossa diocese, recebe o título de Nossa Senhora da Saúde, “Estrela da Nova Evangelização”, sendo uma “Igreja em Saída”, decididamente missionária, a serviço da vida.

Neste ano jubilar, tendo os olhos fixos em Jesus Cristo, autor e consumador da nossa fé, queremos dizer: “Fica conosco, Senhor, quando ao redor de nossa fé surgirem as névoas da dúvida, do cansaço, da dificuldade, da insegurança e do medo. Tu, que és a própria Verdade como revelador do Pai, iluminas as nossas mentes com a tua Palavra, para que, peregrinos a caminho, cantemos as maravilhas que Deus tem feito por nós, ao longo da história!

Por Comunicação da Diocese de Colatina

Compartilhe esta notícia:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
Últimas Notícias
                  
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Esqueceu a senha
Inscreva-se