(31) 3224-2434
(31) 3224-0017
Notícia
            Notícias             Notícias             Dom Gil, arcebispo de Juiz de Fora (MG) é condecorado com medalha do exército brasileiro
Dom Gil, arcebispo de Juiz de Fora (MG) é condecorado com medalha do exército brasileiro 16 de Julho de 2020 Arquidioceses e Dioceses
A a     

Na manhã dessa terça-feira, 14 de julho, o arcebispo metropolitano da Arquidiocese de Juiz de Fora (MG), Dom Gil Antônio Moreira, recebeu a Medalha do Exército Brasileiro durante cerimônia no Comando da 4ª Brigada de Infantaria Leve (Montanha), em Juiz de Fora. A condecoração, criada em 2016, tem a finalidade de distinguir cidadãos e instituições que tenham praticado ação destacada ou serviço relevante em prol do interesse e do bom nome do Exército.

Por coincidência, a data marcou também os 21 anos da nomeação episcopal de Dom Gil. “Fico muito agradecido a Deus, em primeiro lugar, pela coincidência desta data, que me alegra muito. Esta homenagem, que eu pessoalmente não mereço, mas recebo com muito carinho, é de grande importância para mim, porque é um momento de a gente agradecer ao Exército tudo aquilo que ele tem feito em favor da pessoa humana e da paz no Brasil”, ressaltou o Arcebispo, que lembrou o serviço militar na higienização dos espaços públicos e religiosos neste tempo de pandemia.

Durante entrevista, após ter recebido a Medalha, o Pastor ainda recordou a importância da Capelania Militar e o apoio que ela recebe das Forças Armadas. “É uma capelania de grande atuação, não só junto aos soldados, mas às suas famílias; são centenas de pessoas que são atendidas pelos nossos capelães militares. É Deus que está chegando, é a caridade que está presente, é o amor que está ali, através dos nossos sacerdotes”.

Ofertando a condecoração à Igreja, Dom Gil lembrou-se, igualmente, de seu tio e padrinho de Crisma, José Ribeiro Mendes, que foi soldado na Segunda Guerra Mundial. Ele faleceu em maio de 2019. “Quero também oferecer, pessoalmente, à memória de um tio, Tenente Mendes, que foi soldado na última guerra mundial, defendendo e conquistando a paz para a humanidade naqueles tempos tão difíceis. Ele arriscou a vida e lá teve problemas no campo de batalha; ficou cego depois de voltar, mas foi um homem que sempre amou a paz, amou a pátria. Nós todos, em família, somos admiradores do Tio Zé, por causa da sua hombridade, da sua religiosidade”.

Na ocasião, a Medalha do Exército Brasileiro foi concedida ainda ao ex-Capelão Militar e atual Pároco da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, Padre Renato Alves Rodrigues, e ao Chefe do Estado Maior da 4ª Brigada de Infantaria Leve (Montanha) de Juiz de Fora, Coronel Henrique Fernandes. “Como antigo capelão da 4ª Brigada, nosso trabalho é ser o elo entre o Exército, a sociedade e a nossa Igreja. Isso é um agradecimento que a gente faz a Deus e oferece também à Igreja de Juiz de Fora, na pessoa de nosso Arcebispo e de todo o nosso Clero”, sublinhou o sacerdote.

O comandante da 4ª Brigada, General Álcio Costa, foi o responsável por entregar as medalhas aos três homenageados. Em entrevista, ele revelou que a honraria foi uma iniciativa do Comandante da 4ª Região Militar, General de Divisão Altair José Polsin, e representa a gratidão ao serviço prestado pela Igreja Católica em prol da sociedade civil e junto à família militar. “Dom Gil e Padre Renato personificam essas pessoas que nos apoiam. Para nós, militares, o apoio espiritual é muito importante, tanto que nós temos em nossos quadros capelães militares que trazem, independente da religião, o conforto espiritual nos momentos difíceis”.

Por Comuncação da Arquidiocese de Juiz de Fora

 

Compartilhe esta notícia:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
Últimas Notícias
                  
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Esqueceu a senha
Inscreva-se