(31) 3224-2434
(31) 3224-0017
 Área do Usuário Entre ou cadastre-se
Notícia
            Notícias             Notícias             Celebração de um ano da JMJ Rio 2013
Celebração de um ano da JMJ Rio 2013 05 de Agosto de 2014 Notícias
A a     

Há pouco mais de um ano, o Brasil acolheu a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), o maior evento envolvendo jovens católicos do mundo. Entre os dias 23 e 28 de julho de 2013, mais de 3,5 milhões de pessoas vindas de diversos países e de diferentes dioceses brasileiras participaram do encontro no Rio de Janeiro, que ficou marcado como a primeira viagem internacional do então recém eleito Papa Francisco.

A juventude da Arquidiocese de Juiz de Fora(MG) compareceu com mais de três mil jovens na JMJ. E se passaram 1 ano e essa juventude voltaram com um ardor missionário renovado, deixou saudades e por isso no dia 03 de agosto foi celebrado 1 ano de JMJ, na Catedral Metropolitana, vários grupos jovens se fizeram presentes para agradecer a Deus pelos momentos ali vividos. 

A celebração, que foi presidida pelo arcebispo metropolitano, dom Gil Antônio Moreira, na sua homilia ele destacou várias vezes a frase que o Papa exortou os presentes, dizendo: “Ide, sem medo, para servir”. E dom Gil convoca a todos em alto e bom som repetir a frase: “Ide, sem medo, para servir”.

Dom Gil lembra a juventude a fala do papa na missa de envio: ““A experiência deste encontro não pode ficar trancafiada na vida de vocês ou no pequeno grupo da paróquia, do movimento, da comunidade de vocês. Seria como cortar o oxigênio a uma chama que arde. A fé é uma chama que se faz tanto mais viva quanto mais é partilhada, transmitida, para que todos possam conhecer, amar e professar que Jesus Cristo é o Senhor da vida e da história” E novamente o arcebispo dom Gil convoca a todos a dizerem: “Ide, sem medo, para servir”.

Um dos momentos que também marcou a celebração foram os testemunhos dos jovens: um jovem que foi voluntário na Semana Missionária, Vinicius Hermidio Monteiro, a jovem do Panamá Sara Arosemena que foi uma das peregrinas durante a Semana Missionária e para finalizar o jovem Geovani Eduardo integrante da Comunidade Jovens Missionários Continentais, essa comunidade é fruto da JMJ.

Segundo dom Gil, o principal legado deixado pela Jornada Mundial da Juventude do ano passado à Arquidiocese foi a criação da Comunidade Jovens Missionários Continentais, composta por rapazes e moças que se comprometeram a doar um ano de sua vida a Deus e à Igreja. “Logo que terminou a Jornada um grupo de jovens da Arquidiocese que foram ao evento me perguntaram o que podiam fazer pela Igreja, o que podiam fazer para atender ao pedido feito pelo Papa Francisco. Ao constituirmos essa comunidade ficou acertado que eles teriam três obrigações: oração, formação e missão”, conta.

Os Jovens Missionários Continentais se reúnem semanalmente às sextas-feiras, das 22h às 0h, em missa e adoração ao Santíssimo Sacramento, na Capela do Seminário Arquidiocesano Santo Antônio. Além disso, o grupo de aproximadamente 60 jovens já realizou nove missões, em paróquias de Juiz de Fora e cidades da região.

Compartilhe esta notícia:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
Últimas Notícias
                  
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Esqueceu a senha
Inscreva-se