(31) 3224-2434
(31) 3224-0017
Notícia
            Notícias             Notícias             Beneficiária fala da diferença que faz receber uma cesta básica neste momento em que está desempregada
Beneficiária fala da diferença que faz receber uma cesta básica neste momento em que está desempregada 29 de Maio de 2020 CNBB Nacional
A a     

Do aglomerado Pedreira Padro Lopes, em Belo Horizonte (MG), a favela mais antiga da capital mineira, com mais de 7 mil habitantes, ecoa a voz de uma brasileira. É da Laila Maciel, mãe de dois filhos pequenos. Ela mora com a mãe. Laila fez questão de destacar a diferença que faz receber, num momento de dificuldade em sua vida, uma sexta básica da Ação Solidária Emergencial da Igreja no Brasil “É Tempo de Cuidar”, coordenada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira desde 12 de abril deste ano.

“No momento, estou desempregada, com muita dificuldade de arrumar dinheiro, tenho dois filhos pequenos e a cesta vem suprir muitas necessidades que a gente tem em nossa vida e cotidiano. Eu vim falar que é super importante a gente estar recebendo”, disse em depoimento gravado para a ação que você pode assistir no vídeo abaixo.

Ela é uma das mais de 135 mil pessoas beneficiadas no Brasil pelas ações da “É Tempo de Cuidar”, desenvolvida pela CNBB e pela Cáritas do Brasil. Até o momento foram arrecadadas cerca de 500 toneladas de alimentos, organizadas em cestas básicas; 63.619 mil refeições foram distribuídas sobretudo à população de rua, migrantes e refugiados. Até o momento foram registradas 174 ações de solidariedade, que envolveram o serviço direto de 59 dioceses espalhadas em centenas de cidades no Brasil.

Acompanhe aqui no mapa onde está presente a campanha É Tempo de Cuidar

O bispo de Santo Ângelo, dom Liro Wendelino Meurer, explica no vídeo, gravado especialmente para a ação, que a CNBB e a Cáritas Brasileira lançaram, na Páscoa, a campanha “É tempo de Cuidar!”. Segundo ele, trata-se de uma ação solidária emergencial em função deste momento que estamos vivendo. “A campanha arrecada alimentos para cesta básicas, produtos de higiene, de proteção individual. Além do lado material, a campanha também busca atender o lado espiritual com antedimento de padres, religiosos e terapeutas”, disse.

De acordo com o secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, o novo coronavírus pôs às claras a triste realidade da fome em todo o mundo. Revelou quem já padece cronicamente da fome e inseriu muitos outros na mesma condição. Enquanto se busca desesperadamente um remédio contra o vírus, a solidariedade se manifesta como caminho para o enfrentamento da fome. Essa solidariedade passa pela união de pessoas e instituições”.

Assista ao relato de Laila Maciel, uma das beneficiárias da campanha É Tempo de Cuidar

Qualquer pessoa pode apoiar a iniciativa postando informações sobre as ações que dioceses e paróquias estão realizando ou mensagens em vídeo. Não esqueça de colocar a hashtag #TempodeCuidar e de marcar a CNBB (@CNBBnacional) e a Cáritas (@CaritasBrasileira) nas publicações.

Por CNBB Nacional

 

Compartilhe esta notícia:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
Últimas Notícias
                  
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Esqueceu a senha
Inscreva-se