(31) 3224-2434
(31) 3224-0017
Artigo
            Publicações             Artigos             Viver intensamente o seguimento de Cristo
Viver intensamente o seguimento de Cristo 14 de Janeiro de 2021 Dom Eurico dos Santos Veloso Artigo dos Bispos "A vocação pode ser vista como um processo: aos poucos a pessoa vai descobrindo a vontade de Deus a respeito da sua vida"
Dom Eurico dos Santos Veloso
Dom Eurico dos Santos Veloso Arcebispo Emérito de Juiz de Fora - MG
A a     

Iniciamos mais um novo tempo Comum, neste ano dedicado ao estudo do Evangelho de São Marcos. Esse tempo vai até a quarta-feira de cinzas, quando faremos uma pausa para a Quaresma e a Páscoa. A liturgia do 2º Domingo do Tempo Comum do tempo chamado B propõe-nos uma reflexão sobre a disponibilidade para acolher os desafios de Deus e para seguir Jesus.

A primeira leitura(1Sm 3,3-10.19) apresenta-nos a história do chamamento de Samuel. O autor desta reflexão deixa claro que o chamamento é sempre uma iniciativa de Deus, o qual vem ao encontro do homem e chama-o pelo nome. Ao homem é pedido que se coloque numa atitude de total disponibilidade para escutar a voz e os desafios de Deus. Samuel foi sacerdote, profeta e juiz, sendo uma das figuras mais expressivas do Antigo Testamento. Ainda jovem, é vocacionado para o serviço do Senhor. Depois de várias tentativas, poe-se à sua disposição: Fala, que teu servo escuta. A vocação pode ser vista como um processo: aos poucos a pessoa vai descobrindo a vontade de Deus a respeito da sua vida. É importante estarmos atentos aos apelos que Deus continuamente nos faz.

O Evangelho(Jo 1,35-42) descreve o encontro de Jesus com os seus primeiros discípulos. Quem é “discípulo” de Jesus? Quem pode integrar a comunidade de Jesus? Na perspectiva de João, o discípulo é aquele que é capaz de reconhecer no Cristo que passa o Messias libertador, que está disponível para seguir Jesus no caminho do amor e da entrega, que aceita o convite de Jesus para entrar na sua casa e para viver em comunhão com Ele, que é capaz de testemunhar Jesus e de anunciá-l'O aos outros irmãos. João Batista anuncia a chegada do Messias, o Cordeiro de Deus. Diante desse anúncio, alguns dos discípulos de João Batista passam a seguir Jesus. O testemunho e o convite desses seguidores atraem outros, dispostos a abandonar tudo para seguir o Mestre. O testemunho do cristão é fundamental para que outras pessoas se disponham a trilhar o mesmo caminho. É necessário sair de si mesmo e ir ver onde mora o Mestre, fazer experiência com ele e permanecer com Ele na missão.

Na segunda leitura(1Cor 6,13-15.17-20), São Paulo convida os cristãos de Corinto a viverem de forma coerente com o chamamento que Deus lhes fez. No batizado que vive em comunhão com Cristo deve manifestar-se sempre a vida nova de Deus. Aplicado ao domínio da vivência da sexualidade - um dos campos onde as falhas dos cristãos de Corinto eram mais notórias - isto significa que certas atitudes e hábitos desordenados devem ser totalmente banidos da vida do cristão. São Paulo alerta sobre o valor de cada pessoa humana. Fomos criados à imagem e semelhança de Deus e constituídos templos do Espírito Santo. O autor apresenta a beleza, a importância e o respeito que devemos ter para com o corpo humano, nosso e dos outros.

Vivamos, intensamente, neste ano o seguimento de Cristo como seus discípulos convidados a permanecer com o Senhor, conhecer a sua essência e fazer nossas as suas opções. A experiência profunda da escuta da Palavra de Deus leva o batizado a permanecer com o Mestre. Façamos esta experiência e santifiquemos os irmãos e a comunidade eclesial com nosso testemunho!

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
Últimas Notícias
                  
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Esqueceu a senha
Inscreva-se