(31) 3224-2434
(31) 3224-0017
 Área do Usuário Entre ou cadastre-se
Artigo
            Publicações             Artigos             Segundo Domingo da Páscoa
Segundo Domingo da Páscoa 12 de Abril de 2021 Dom Eurico dos Santos Veloso Artigo dos Bispos “Recebei o Espírito Santo. A quem perdoardes os pecados eles lhes serão perdoados; a quem os não perdoardes, eles lhes serão retidos” (Jo 20,22-23)
Dom Eurico dos Santos Veloso
Dom Eurico dos Santos Veloso Arcebispo Emérito de Juiz de Fora - MG
A a     

Celebramos hoje, o Segundo Domingo da Páscoa, também conhecido como o Domingo da Divina Misericórdia. Este título foi dado por São João Paulo II, no ano 2000, após a canonização da Santa Faustina Kowalska. A celebração da Divina Misericórdia está vinculada as leituras da Liturgia que celebramos neste domingo, em particular o Evangelho de João 20,19-31.

Como já citado, o trecho do Evangelho de São João, relata a manifestação de Jesus Cristo após a Ressurreição para os seus discípulos, com exceção de Tomé. Onde, através do ato de “pondo-se no meio deles”, Jesus vivo e ressuscitado é o centro da comunidade cristã. Através do sopro, Cristo infundi a missão aos apóstolos de levar a Misericórdia a todos - “Recebei o Espírito Santo. A quem perdoardes os pecados eles lhes serão perdoados; a quem os não perdoardes, eles lhes serão retidos” (Jo 20,22-23). E novamente, Jesus ao manifestar aos seus discípulos, desta vez com Tomé junto aos demais, Cristo mostra o lado e as marcas dos pregos nas mãos e, Tomé, declara a sua fé “Meu Senhor e meu Deus!”.

A Primeira Leitura retirada dos Atos dos Apóstolos (At 4,32-35), São Lucas demonstra os frutos que são dados àqueles que vivenciam a Divina Misericórdia, através da vivência de “um só coração e uma só alma”, de doação, partilhar e da vivência em comum, onde não falta nada a ninguém. E, a Segunda Leitura retirada da Primeira Carta de São João (1Jo 5,1-6), nos recorda que os verdadeiros discípulos, propagadores da Divina Misericórdia, são aqueles que amam verdadeiramente a Deus, aderem a Cristo e a proposta da Salvação, pois, “podemos saber que amamos os filhos de Deus, quando amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos” (...) “Quem é o vencedor do mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus? 6Este é o que veio pela água e pelo sangue: Jesus Cristo” (1Jo 5,2.5-6).

Que possamos vivenciar em nossas vidas o autêntico amor de discípulos e discípulas de Cristo, através da Divina Misericórdia que é nos dada pelo Cristo. E ouçamos as palavras de Jesus Cristo dada a Santa Faustina: “Fala ao mundo da Minha misericórdia, que toda a humanidade conheça a Minha insondável misericórdia. Este é o sinal para os últimos tempos; depois dele virá o dia da justiça. Enquanto é tempo, recorram à fonte da Minha misericórdia” (Diário, 848).

“Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia!”

Saudações em Cristo Ressuscitado! Aleluia, Aleluia, Aleluia!

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
Últimas Notícias
                  
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Esqueceu a senha
Inscreva-se