(31) 3224-2434
(31) 3224-0017
 Área do Usuário Entre ou cadastre-se
Artigo
            Publicações             Artigos             Seguimento da luz
Seguimento da luz 16 de Janeiro de 2023 Dom Paulo Mendes Peixoto Artigo dos Bispos "Viver bem com Deus significa inverter a lógica do mundo"
Dom Paulo Mendes Peixoto
Dom Paulo Mendes Peixoto Arcebispo Metropolitano de Uberaba – MG
A a     

O fio condutor, que consegue transformar a triste escuridão existencial das pessoas em alegria da luz, é Jesus Cristo. Essa realidade não acontece quando vivemos na discórdia, na guerra interna e externa ou na inconformidade com aquilo que é o óbvio. A falta de unidade facilita a formação de grupos fechados e seguidores de líderes mal intencionados, que não observam a Palavra de Deus.

Não é fácil deixar os próprios pensamentos e critérios, os conceitos enraizados numa formação mal conduzida. As mentes e os corações não mudam com facilidade, a não ser quando surge uma motivação verdadeiramente bem fundamentada. Conforme dizem os ensinamentos de Jesus, a mudança é uma prática que significa ser diferente, seguir outra direção em busca de uma vida feliz.

A proposta de Jesus consiste em abandonar o que em nós há de velho e abraçar o novo. Ele é o novo, a opção fundamental e o eixo de nossa existência. Normalmente chamamos essa conduta de seguimento, de despojamento e de confrontação da nossa vida com a maneira de Jesus viver, sendo conduzidos por Ele para uma vida plena. É como ser desarmado das amarras da vida na terra.

Viver bem com Deus significa inverter a lógica do mundo. É desafio entender o indicativo bíblico ao dizer que os últimos serão os primeiros e os primeiros serão os últimos. A mente capitalista não leva em conta esse trocadilho, porque não faz parte de sua filosofia de vida. É um brutal confronto com a famosa Lei do ex-jogador brasileiro Gerson, que dizia “ter vantagem em tudo”.

Difícil é entender a capacidade construtora, ou também destruidora, realizada pela mente humana. O que tirar de positivo num vandalismo irracional, totalmente exacerbado e com requinte de insensibilidade, nas dimensões do que ocorreu no patrimônio público de Brasília? Apenas percebemos como há pessoas que se deixam manipular por quem tem interesses próprios.

O que significa defender a democracia? O que aconteceu foi simplesmente afronta a ela, que é uma realidade imaterial. O mais grave ainda foi a afronta e o desrespeito para com o povo brasileiro, às instituições, que são essenciais para a prática democrática. Mas o Brasil está com os pés firmes e os que agiram com tais barbáries devem ser punidos de forma exemplar para que não aconteça mais.

 

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
Últimas Notícias
                  
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Esqueceu a senha
Inscreva-se