(31) 3224-2434
(31) 3224-0017
 Área do Usuário Entre ou cadastre-se
Artigo
            Publicações             Artigos             Perdoai com alegria!
Perdoai com alegria! 15 de Dezembro de 2021 Dom Eurico dos Santos Veloso Artigo dos Bispos “A alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus” (EG 1)
Dom Eurico dos Santos Veloso
Dom Eurico dos Santos Veloso Arcebispo Emérito de Juiz de Fora - MG
A a     

O tema deste 3º Domingo pode girar à volta da pergunta: “e nós, que devemos fazer?” Preparar o “caminho” por onde o Senhor vem significa questionar os nossos limites, o nosso egoísmo e comodismo e operar uma verdadeira transformação da nossa vida no sentido de Deus. O convite desta liturgia é o do “Alegrai-vos! O Senhor está próximo!”. Neste Terceiro Domingo do Advento, ouvimos a pregação do profeta João Batista, o qual nos aponta para o verdadeiro Salvador: Jesus Cristo.

O Evangelho(Lc 3,10-18) sugere três aspectos onde essa transformação é necessária: é preciso sair do nosso egoísmo e aprender a partilhar; é preciso quebrar os esquemas de exploração e de imoralidade e proceder com justiça; é preciso renunciar à violência e à prepotência e respeitar absolutamente a dignidade dos nossos irmãos. O Evangelho avisa-nos, ainda, que o cristão é “batizado no Espírito”, recebe de Deus vida nova e tem de viver de acordo com essa dinâmica. João Batista orienta as pessoas sobre como devem agir para que a justiça se estabeleça. Seus conselhos servem, ainda hoje, para todos nós. Assim, seremos cristãos e cristãs autênticos, sintonizados como querer de Deus e dignos de celebrar o Natal do seu Filho Jesus. A Boa-Nova anunciada por João Batista é, para nós, um lindo canto e – como o poeta – poderemos cantar: “Exultai cantando alegres, habitantes de Sião, porque é grande em vosso meio o Deus Santo de Israel”(Is 12,6).

A primeira leitura(Sf 3,14-18a) sugere que, no início, no meio e no fim desse “caminho de conversão”, espera-nos o Deus que nos ama. O seu amor não só perdoa as nossas faltas, mas provoca a conversão, transforma-nos e renova-nos. Daí o convite à alegria: Deus está no meio de nós, ama-nos e, apesar de tudo, insiste em fazer caminho conosco. O profeta Sofonias canta a alegria de Jerusalém. É uma belíssima Palavra para este Domingo da Alegria. Ele celebra a alegria de ver o mal se afastando do povo, pela proximidade e compaixão do Senhor. Nós, que nos aproximamos do Natal do Senhor, também manifestamos a mesma alegria, porque Ele vem para nos salvar e trazer de novo a alegria perdida. Que nosso caminho seja firme e nossa fé fortalecida, porque Deus se dignou vir para o nosso meio e podemos, por isso, nos alegrar de todo o coração.

A segunda leitura(Fl 4,4-7) insiste nas atitudes corretas que devem marcar a vida de todos os que querem acolher o Senhor: alegria, bondade, oração. Na Carta aos Filipenses, o motivo da alegria é, também, o fato de o Senhor estar próximo. São Paulo exorta os cristãos de Filipos, e a todos nós, a cultivar a alegria e a paz e não se inquietarem com coisas futéis, que perturbem o coração. Em outras palavras, os filipenses são convidados a viver a serenidade de quem tem a certeza da presença de Deus.

A alegria da proximidade do nascimento de Jesus deve tomar conta de nosso coração. Vamos acolher a mensagem de São Batista, recusando as propostas do consumismo, da cobiça e da violência. Vamos, juntos com toda a Igreja no Brasil, celebrar neste domingo a Campanha para a Evangelização que, desde 1998, é realizada anualmente neste domingo para ajudar na manutenção da evangelização e de nossas pastorais, movimentos e associações. Sê generoso e ajude a evangelizar.

Por isso, alegria significa perdão! Para encontrar Jesus nós devemos perdoar aqueles que nos machucaram ou nos perseguiram. O Papa Francisco ensina que “A alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus”(EG 1). Alegria que é perdão, misericórdia e compaixão. Estas quatro palavras devem iluminar o domingo da alegria para que Jesus de falto nasça em nossos corações. João Batista sublinhou hoje a alegria do perdão pela conversão. Conversão, que o Batista, anuncia para viver a alegria plena.

João Batista faz três recomendações: 1 – é contra o acúmulo de bens. Ao contrário somos chamados a partilhar. 2 – dirigida aos coletores de impostos: parem de roubar e de explorar. 3 – dirigida aos militares – aos policiais. A estes cabe evitar a violência, a maldade e a corrupção.

Perdoai com alegria! Vivendo estas três recomendações de São João Batista viveremos, plenamente, a alegria do perdão. Só o coração de quem perdoa é livre da maldade, do rancor, do ódio e vive a alegria plena do Evangelho. Assim seremos servidores da alegria do Evangelho que o Natal monta tenda entre nós!

Compartilhe este artigo:
Nome:
E-mail:
E-mail do amigo:
Últimas Notícias
                  
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Área do Participante
Esqueceu sua senha? Ainda não tem cadastro? Clique aqui.
Esqueceu a senha
Inscreva-se