Notícias

Encontro reúne Arcebispo e Padres ordenados nos últimos dez anos na Arquidiocese de Juiz de Fora Por Arquidiocese de Juiz de Fora 16/05/2019 - Atualizado em 16/05/2019 14h50

Encontro reúne Arcebispo e Padres ordenados nos últimos dez anos na Arquidiocese de Juiz de Fora
A+ a-

Nessa quarta-feira, 15 de maio, o arcebispo metropolitano, Dom Gil Antônio Moreira, reuniu-se com os padres ordenados nos últimos dez anos em nossa Igreja Particular. De 2009 para cá, foram formados 28 sacerdotes, sendo 24 deles feitos presbíteros pela imposição das mãos de Dom Gil.

O encontro, realizado num sítio em Humaitá, distrito de Juiz de Fora, foi oportunidade de confraternização e troca de experiências entre os sacerdotes e o pastor, que comemorou dez anos de posse na Arquidiocese no último dia 28 de março. “O objetivo, primeiro, é ter uma convivência com eles, um dia de lazer. Segundo, também ouvi-los, ver quais são as suas alegrias, suas preocupações. A gente está com eles para poder, como pai, ouvir os filhos e conviver em família”, conta o arcebispo. Dom Gil ainda ressaltou a importância do encontro para a preparação do II Sínodo Arquidiocesano, a ser iniciado em outubro. “A presença desses padres mais jovens é muito importante na programação, na organização do Sínodo. É um momento que mexe com toda a Arquidiocese, com todas as forças vivas, movimentos e pastorais, paróquias, comunidades e também com o grupo dos padres”.

O primeiro sacerdote ordenado por Dom Gil foi o Padre Antônio Pereira Gaio, em 29 de maio de 2010. Menos de três meses depois, em 7 de agosto, o segundo grau da Ordem foi concedido aos padres Carlos José Arlindo Silva, Farne Luiz Delgado de Almeida e Liomar Rezende de Moraes.

Para o Padre Carlos Arlindo, o evento dessa quarta-feira foi oportunidade de rever a caminhada. “Esse encontro nos mostra um conhecimento sobre a palavra no sentido de caminhar juntos. Desde aquele momento em que nós fomos ordenados, fomos chamados para servir a Cristo como irmãos e esse é um momento de fazer uma reavaliação desses dez anos. É importante ver e rever a nossa caminhada, para que a gente possa prosseguir seguindo a palavra de Jesus e o Seu chamado”.

O Padre Emerson de Assis Braz, o mais novo dos presbíteros de nossa Igreja Particular, falou da oportunidade de convivência com os irmãos padres e o arcebispo. “Com muitos eu convivi no Seminário e estamos convivendo agora, também, nesse início do ministério presbiteral. Um dos aspectos da ‘diocesaneidade’ é a convivência com o clero e com o bispo e, além dela, com o povo de Deus. Com este temos mais tempo, com as atividades pastorais, celebrativas, os sacramentos. Com o clero, essa é uma oportunidade bonita de nos encontrarmos, de estabelecermos laços mais profundos e partilharmos também o dom do ministério e o dom da vocação”.

Dos padres que ordenou, Dom Gil destaca a dedicação. “Eles são muito dedicados, têm espírito sacerdotal muito apurado, sabem que não devem trabalhar por dinheiro nem por qualquer vantagem humana, mas a disposição de servir ao Reino é muito importante. Tenho recebido desses padres novos uma aceitabilidade, uma alegria muito grande de fazer aquilo que a Igreja pede, aquilo que é necessário fazer, e não aspirações pessoais”, finaliza.

A Arquidiocese de Juiz de Fora possui aproximadamente 130 padres, distribuídos pelas 91 paróquias e comunidades. Dos sacerdotes ordenados por Dom Gil, não puderam estar presentes os padres Gaio, João Paulo Teixeira Dias, Fransérgio Garcia da Silva e Bill Jonatas Silva Souza. Os dois últimos estão em missão na Diocese de Óbidos (PA).

voltar
Receba artigos e notícias da CNBB Leste 2 Cadrastre seu e-mail...
Av. João Pinheiro, 39, 2º andar
Boa Viagem, Belo Horizonte - MG
30.130-183   Trace sua rota...


+55 (31) 3224-2434  -  3224-0017
© 2014 - 2017 CNBB Regional Leste 2 - Todos os direitos reservados.
acesso